Acidente Vascular Cerebral

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) resulta da restrição de irrigação sanguínea ao cérebro.

Tudo sobre o AVC isquémico

O acidente vascular cerebral isquémico consiste no entupimento de um vaso sanguíneo cerebral, dizendo assim que este tipo de AVC acontece quando existe uma obstrução da artéria, fazendo assim com que não haja passagem de oxigênio para as células cerebrais, acabando por matar essas células, a esta condição dá-se o nome de isquemia.

O que é?

O AVC isquémico é um dos tipos de AVC’s que existem, onde existe uma interrupção dos vasos sanguíneos, impedindo que o oxigénio chegue às células cerebrais. Estas células devido ao défice de oxigénio acabaram por morrer, a este processo dá-se o nome de isquemia. A obstrução da artéria que faz com que se desencadeei o AVC pode ter duas origens, poderá ser através de um coagulo de sangue que se fixa à parede do vaso sanguíneo, impedindo assim que o sangue passe, a este coágulo dá-se o nome de trombo, ou então poderá ser através de um êmbolo, ou seja, o êmbolo é também um coágulo sanguíneo contudo este não se fixa às paredes, vai-se deslocando levado pela corrente sanguínea, até ficar preso num vaso sanguíneo, para isso acontecer o vaso sanguíneo terá se ser de menor extensão do que o coágulo. Este tipo de AVC é muito perigoso, pois as lesões que o cérebro poderá sofrer são bastante graves e em muitos casos irreversíveis.

Tipos de AVC Isquémico

Existem dois tipos de AVC isquémico, pelo menos os mais comuns são: o aterotrombótico e o cardioembólico. O AVC isquémico cardioembólico ocorre em pacientes com algum tipo de patologia cardíaca, ou seja, pacientes que tenham doenças cardiovasculares ou com doenças da válvula cardíaca. Este tipo de AVC forma-se quando o êmbolo causador do entupimento dos vasos parte do coração. Enquanto o AVC isquémico aterotrombótico ocorre principalmente devido à aterosclerose, sendo que esta doença faz com que se formem placas nos vasos sanguíneos o que leva à obturação. Os fatores de ocorrência deste tipo de AVC não são modificáveis, ou seja, deve-se à idade avançada ou a doenças crónicas do paciente.

Causas e fatores de risco

Como dito anteriormente o AVC isquémico deve-se à obstrução dos vasos sanguíneos, por isso é muito importante ter em atenção alguns fatores de risco que poderão levar a que isso aconteça e se os conseguir evitar, maravilhoso. Assim sendo os principais fatores de risco do AVC isquémico são: idade avançada, doenças cardiovasculares, hipertensão, colesterol alto, obesidade, diabetes tipo2, droga, tabagismo e o álcool.

Assim as principais causas do AVC vão estar diretamente ligadas aos fatores de risco, pois acaba por ser um ciclo, por exemplo se tiver colesterol alto vai acabar por entupir as suas veias. As principais causas do AVC são:

Sintomas

Os sintomas do AVC isquémico são iguais aos do AVC hemorrágico, apenas de consegue fazer a distinção dos dois tipos após exames médicos. Assim sendo, os sintomas são os seguintes:

É importante que mal sinta os primeiros sintomas ou mal alguém se aperceba do que está a fazer chame de seguida a emergência médica, evitando assim que os danos sejam muito elevados ou mesmo definitivos.